PDF -wwwarquivosonlinecom - Director: João Nazário N.º Registo: Depósito legal: 5628/84
Wait Loading...


PDF :1 PDF :2 PDF :3 PDF :4 PDF :5 PDF :6 PDF :7 PDF :8 PDF :9 PDF :10


Like and share and download

Director: João Nazário N.º Registo: Depósito legal: 5628/84

wwwarquivosonlinecom

Director: João Nazário N.º Registo: Depósito legal: 5628/84 mouldsandplastics zArchives Photos PG 78 no (João Ruano), ousaram ir mais além e mos tar de que fibra são feitos os descendentes dos navegadores que partiram ? descoberta do mundo séculos antes Alexandra Barata PLÁSTICO 5 AUDÁCIA DESBRAVA CAMINHO RUMO AO PROGRESSO FICHA TÉCNICA Edição

Related PDF

Plano Capa final 1:Apresentação 1 - mouldsandplasticscom

mouldsandplastics zArchives Photos PG 78 no (João Ruano), ousaram ir mais além e mos tar de que fibra são feitos os descendentes dos navegadores que partiram à descoberta do mundo séculos antes Alexandra Barata [PLÁSTICO] [ 5 ] AUDÁCIA DESBRAVA CAMINHO RUMO AO PROGRESSO FICHA TÉCNICA Edição Jorlis Edições e Publicações, Lda Director João Nazário Coordenação
PDF

ID: 74595825 19-04-2018 Corte: 1 de 3 Abrilmês da Saúde

asset youoncdn ab296ab30c207ac641882479782c6c34 9e8e Director de Mérito José Ribeiro Vieira Director João Nazário Ano XXXII Edição 1762 Quinta feira, 19 de abril de 2018 1,00 jornaldeleiria pt PUBLICIDADE
PDF

UNIDADE DE OFTALMOLOGIA E CARDIOLOGIA DO HDMA SÃO DE EXCELÊNCIA

misericordiadeleiria pt upload jornalSCML3E pdf Depósito Legal n º 5628 84 Distribuição Jornal de Leiria, Edição n º 1740 de 16 de Novembro de 2017 Misericórdia de Leiria prepara a criação de novas valências sociais
PDF

Revista Leiria Global 2015 1 21:Layout 1 01/06/2015 11:54

jornaldeleiria pt publicfiles i864kszahq1a5 oão Nazário 04 Leiria mantém saldo comercial positivo 14 Resultados líquidos das 50 maiores exportadoras sobem 73 20 Listagem As 50 maiores exportadoras do distrito de Leiria 22 Percorrer a internacionalização pelo próprio pé 26 O mundo inteiro a fazer omoletes com ovos de Leiria 30 O doce sabor da exportação a partir de uma Confeitaria
PDF

Maintenance Services Org Chart for Bill

facilities gmu edu wp content uploads 2019 0111 Director, Facilities Management Tad Drerenberger 471101 Zone 1 (Arlington) 471301 Zone 4 (Housing & Dining) 471304 Zone 3 (Education & General) 471303 Zone 5 (Auxiliaries) 471305 Assistant Director, Operations Steve Vollmer 471101 Zone Manager – Mike Ruais Zone Supervisor Sandy Houston*1 Plumber Marquet Anderson****4 Plumber George Malenich
PDF

Plano Capa:Apresentação 1 - mouldsandplasticscom

mouldsandplastics zArchives Photos PG 77 Hugo Beltrão, 78 anos, ex director comer cial da Aníbal H Abrantes que integra um grupo de trabalho que está a escrever a his tória da indústria de moldes da Marinha Grande para a Cefamol – Associação Na cional da Indústria de Moldes Até ao iní cio dos anos 1920, os moldes utilizados na indústria do vidro da Marinha Grande
PDF

wwwarquivosonlinecom

arquivosonline br 2014 english 10205 pdf Inter arquivosonline br Sociedade Brasileira de Cardiologia • ISSN 0066 782X • Volume 102, Nº 5, May 2014 Editorial Trajectories of Cardiovascular Health Life Course Epidemiology
PDF

SOUTH AMERICAN GUIDELINES FOR CARDIOVASCULAR DISEASE

ciprecar wp content uploads 2015 07 Diretriz de SOUTH AMERICAN GUIDELINES FOR CARDIOVASCULAR DISEASE PREVENTION AND REHABILITATION arquivosonline br Sociedade Brasileira de Cardiologia • ISSN 0066 782X • Volume 103, Nº 2, Suppl 1, August 2014
PDF

HDMATORNA-SE REFERÊNCIA NO TRATAMENTO DE CATARATAS

misericordiadeleiria pt upload JornalSCML5E pdf n ecs ri m tq ux do eix od sjá af p r t qu pu d erm so al n t é p at ic nes g d ob q ulf çã m equ i p ant od râ c s co mu nid ae G rlh ,sg f bé mu d rp oc ei nt s, l v m et od gi a srb h ,p f n z ã um ent roig bp f s l,q ot ina s, mpl eu dç fíc O ri m eo sanf ch v t m ud anç s, ipot ef ql rg aniz çã qu es m dp a ren f tc om s udi ,
PDF

wwwarquivosonlinecom


PDF

coface pl content download 68037 783985 file Inf inwestycje pl resources Attachment 2013 01 02 file16804 pdf poig parp gov pl files 74 75 76 479 12606 pdf researchgate profile Arkadiusz wiadek parp gov pl storage publications pdf

l i t t l e a n i m a t i o n i n c.

;;;t- ~· ~: -~ ~-~-3:-l 4: - National Security Archive

web iit edu pdf s LaplaceTransformIIT pdf • Input to the given function f is denoted by t; input to its Laplace transform F is denoted by s • By default, the domain of the function f=f(t) is the set of all non negative real

  1. l i t t e r
  2. l i t t l e
  3. l i t t l e m o n e y
  4. l i t t l e words
  5. l i t t l e a l c h e m y
  6. l i t e r letter
  7. l i t t y
  8. l i t t l e b i g s n a k e
  9. l i t t e r unscramble
  10. l i t t l e s o u n d
  11. l i t t l e words unscramble
  12. l i t t l e little singham
  13. l i t t l
  14. l i t t e n
  15. l i t t e r words
  16. l&t l&t finance
  17. l i t l share price
  18. l.i.t.a.t. group
  19. lu003di.s.t.a.t

revistasocialesyjuridicas files wordpress 1006 1985 no hace depender la calificación de un deportista como profesional de la clase de licencia federativa que se haya tramitado, sino de que en la relación jurídica existente concurran los distintos elementos tipificadores de la relación laboral, es decir, voluntariedad, ajenidad, dependencia y,

fsa ulaval ca nfa2003 papiers Xin Li pdf 1 Valuing Defaultable Securities under Interest Rate and Default Risk Correlation Xin Li∗ Simon Fraser University ∗Department of Economics, Simon Fraser University, Burnaby, B C , V5A 1S6 E mail 2 risklab ch ftp papers DefaultSecurityValuation pdf martingale

Sicherheitskonzept Version 2. 9 letzte Aktualisierung: CJD Christophorusschule Elze

Stadtverwaltung Neu-Ulm Informationssicherheitsleitlinie

cjd elze de fileadmin assets elze 2013 01 cjd elze de fileadmin assets elze 2018 Schule Sicherheitskonzept Version 3 04 letzte Aktualisierung 2 05 2018 CJD Christophorusschule Elze Gymnasium Gliederung 1 Gesetzliche Grundlagen, Bezugserlasse, Quellen Seite 1 2 Einleitung Seite 2 3

sepie es EE E+ para centros educativos escolares pdf Erasmus+ es el programa de educación, formación, juventud y deportes de la Unión Europea Su duración es de siete años, de 2014 a 2020 Todas las escuelas, centros de educación infantil, primaria y secundaria, pueden unirse

  1. madera. mobiliario escolar para centros educativos educación primaria. mesa. requisitos
  2. centros educativos para educación especial

iskilipgazetesi gazete gunlukgazete 86 pdf icbcportfoy tr tr images pdf ICBC TURKEY Portfoy cignafinans tr sites default files yapikrediportfoy tr assets pdf fon tasarruf sahiplerine duyuru yapi kredj portfÖy yÖnetimİ

  1. ziraat portföy yönetimi a.ş
  2. ziraat portföy yönetim kurulu
  3. ziraat bankası portföy yönetimi
  4. ziraat yatırım portföy yönetimi
  5. ziraat portföy üst yönetim

TE100-P21/TEW-P21G Windows 7 Installation Instruction

Servidor de impresora paralelo a 10/100Mbps TE100-P1P (V20R

UINIVERSIDADE DE ÉVORA ARBORICULTURA II

Breve abordagem aos conceitos sobre poda em Macieiras

Home back850851852853 854855 Next

r: João Nazário N.º Registo: Depósito legal: 5628/84...

Description

Director: João Nazário N.º Registo: 109980 Depósito legal: 5628/84 Esta revista faz parte integrante da edição 1629 do Jornal de Leiria,

04\05

Programa

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

06\07

Programa

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

08\09

Apresentação do evento

Há Música na Cidade,

um evento para todos os ouvidos Bem-vindo ao Há Música na Cidade 2015,

o festival onde a música é rainha e todos os artistas têm um brilho especial.

Celebre connosco o Dia Mundial da Música,

num fim-de-semana em que Leiria se transforma num palco gigante para músicos e artistas das mais variadas correntes.

Se este guia lhe chegou às mãos é porque o Há Música na Cidade '15 espera por si.

Aqui encontra toda a informação de que precisa para saber o que ver,

mas não se esqueça de dar atenção também ao mais importante de todos os guias,

Siga a sua intuição,

deixe-se levar por aquela guitarra que perece vir dali,

pelo som do piano que que soa na rua ao lado,

entre em todas as portas de onde sopre uma melodia.

Está no Há Música na Cidade,

um evento com música para todos os ouvidos.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

Depois de,

o Há Música ter trazido à cidade mais de 1000 músicos,

que nos presentearam com cerca de 100 belíssimos espectáculos,

este ano há mais surpresas preparadas e novidades para descobrir.

E a grande noviadade desta edição é que o evento passou de um único dia para dois,

que este ano tem menos sobreposição de espectáculos.

Desta forma,

tem a possibilidade de usufruir do festival sem pressas,

podendo desfrutar mais da cidade,

sempre com a envolvência da música.

Mantendo a característica que o define desde a sua origem,

o Há Música na Cidade promove o encontro dos diversos públicos da cidade e do concelho com música nas suas mais variadas vertentes,

que vão da música clássica ao rock,

Em cada esquina pode encontrar uma surpresa,

muitos dos palcos do Há Música na Cidade situam-se em lugares únicos e improváveis,

Destaque para

dois palcos novos: Villa Portela e Igreja da Misericórdia,

espaços que abrem ao público excepcionalmente para o festival.

À semelhança das edições anteriores,

Praça Rodrigues Lobo,

Praça Goa,

Damão e Diu (fonte luminosa),

Rua Barão de Viamonte,

Rua Comandante João Belo,

Avenida Combatentes da Grande Guerra,

Palácio dos Ataídes eJardim Luís de Camões assumem-se como as artérias principais de festival.

E se não souber,

deixamos algumas sugestões: The Allstar Project,

no terraço dos antigos correios,

Orquestra Filarmonia das Beiras,

em jeito de recriação de um evento que marcou a vida cultural da cidade,

Não deixe ainda de visitar a Feira de Música,

junto ao edifício do Banco de Portugal,

onde poderá encontrar discos raros,

fanzines e ainda bancas dedicadas à solidariedade social,

com a presença das intituições Os Malmequeres,

Associação Portuguesa de Paralesia Cerebral,

Centro de Recursos para a Inclusão Digital,

do Instituto Politecnico de Leiria e Amnistia Internacional.

Outra novidade que não passará ao lado dos mais atentos é que nesta edição,

bandas e artistas tomarão a liberdade de passar um chapéu entre o público,

para que quem vem ao Há Música na Cidade possa retribuir-lhes a sua participação,

inteiramente voluntária e gratuita no evento.

Eles são os verdadeiros responsáveis por o Jornal de Leiria poder oferecer à cidade um festival desta dimensão,

o que de outra forma não seria possível.

Por isso,

lembre-se de trazer umas moedas no bolso.

Mostre aos artistas que é tão bom dar como receber.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

10\11

Programa/Apresentação das bandas

Sábado,

3 \\\

Abertura oficial

Palco 1 \ Villa Portela 15:30 horas Classe de Saxofone Foi à 200 anos que nasceu Adolph Sax,

o inventor do saxofone e de muitos outros instrumentos.

Ao que parece os alemães roubaram-lhe a patente,

mas a Classe de Saxofone da SAMP,

por Diana Catarino e Bruno Homem está cá para relembrar que este é o único instrumento do mundo que guarda no nome o apelido do seu inventor.

Dlin Dlão

! Uma sinfonia de sinos ouve-se pelo vale do Lis

? O Há Música desceu à Cidade

! Quem toca o Carrilhão é o organista João Santos

Dlão

Projecto de prática instrumental e vocal para pais e filhos com idades compreendidas entre os 6 e os 10 anos de idade.

Este projecto procura responder a três objectivos muito concretos: permitir a continuidade dos encarregados de educação nos estudos musicais dos seus filhos

estimular um processo de aprendizagem centrado nas práticas musicais em concreto e não nas tradicionais aulas de instrumento,

e partilhar com os pais o ensino de instrumento dos seus próprios filhos.

Tendo como premissa a partilha de um gosto musical entre gerações proporciona-se uma vivência e melhoria na qualidade de vida familiar.

Clara Leão e Urban Dance Fusion dão vida ao conto O Flautista de Hamelin,

O conto narra uma invasão de ratos na cidade de Hamelin,

em 1284 e fala-nos da chegada à cidade um homem que diz ser caçador de ratos e ter a solução para o problema.

A troco de uma moeda por cabeça ele compromete-se a acabar com a praga.

Para espanto de todos o homem hipnotiza todos os ratos com o som da sua flauta e leva-os a afogarem-se no rio Weser.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

O Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OLCA) apresenta-se no HMC em várias momentos da programação,

ao longo dos dois dias deste evento.

Parceiro do Jornal de Leiria desde a primeira edição o OLCA assume o HMC como palco para apresentação do trabalho que realiza na formação musical dos seus alunos.

Ensemble de guitarras é um dos projectos em cartaz,

sob a orientação da professora Ilda Coelho.

escola de música sediada em Caldelas,

Caranguejeira,

Leiria vem apresentar no Há Música na Cidade um dos grupos de concertina,

formado por alunos de diversas idades,

que irá tocar diversos temas tradicionais portugueses.

Gaitilena

Instituto Jovens Músicos

mostra no HMC o trabalho que desenvolve com 54 músicos,

que se distribuem entre a Banda Filarmónica e a Orquestra Juvenil proveniente da sua Escola de Música.

Desfilam pelas ruas do HMC parando depois na Villa Portela onde terminarão a actuação.

Luís Paulo Salgado é o maestro que os dirige.

! Precisamos delas para beliscar as cordas de mil e uma maneiras: arpeggio,

Querem saber porquê

? Venham ouvir os alunos dos professores Marco Ferreira e David Ferreira da SAMP e vão perceber.

Criado em 2002,

Gaiteiros da Batalha suge com o objectivo de estudar e repor a arte de tocar a gaita-de-foles em desuso na região da Batalha,

O Gaitilena é formado por sete gaiteiros,

um caixa e um bombo que semeiam animação por onde passam.

Pelo Orfeão de Leiria Conservatório de Artes,

sob a orientação do professor João Pedro Fonseca.

E aperta e desaperta o arco.

E balanceia para cima e para baixo.

Estes instrumentos são de fricção,

por isso há que dar ao braço.

Paganini era exímio na técnica do violino.

No cello ou violoncelo para nós o mais especial é mesmo o professor Rogério

! Mas a Sara e o Daniel não se lhes ficam atrás,

pois além de dominarem o violino também trazem as suas violetas.

São os clássicos dos clássicos,

são a Classe de Cordas SAMP.

Por Sara Llano,

Daniel Miguéis e Rogério Medeiros.

Bailadoiro A banda de música tradicional portuguesa,

promete animar o HMC num desfile onde não vão faltar temas como Cheira bem,

cheira a Lisboa ou Mestre de Culinária.

A já conhecida boa disposição com que se apresentam os cinco músicos que a constituem é garantida nesta actuação.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

12\13

Programa/Apresentação das bandas

Sábado,

3 \\\

Palco 2 \ InCentea

Palco 3 \ Arquivo Livraria

Índios Meia- Praia

16:00

Os Bizarre Love Triangle surgiram no panorama musical,

após um ano de trabalho intenso,

por ocasião de La Fête de la Musique,

De um encontro casual em ambiente festivaleiro e do lema We should buy a bar,

o trio tornou-se inseparável decidindo formar uma banda.

Sediada em Portugal,

com nome inglês e letras em francês,

a banda de rock ganhou vida e,

a expressão "Tudo p'la banda" é o mote deste trio.

Apresentam-se em estreia absoluta no seu país de origem,

para o lançamento de álbum homónimo Bizarre Love Triangle.

Contrabaixo,

Assim é constituido o núcleo dos Índios da Meia Praia que se apresenta em tributo a um dos maiores vultos da música portuguesa: Zeca Afonso.

Os Índios da Meia Praia também prestam homenagem a outros artistas famosos pela sua música de intervenção ou protesto,

José Mário Branco,

Adriano Correia de Oliveira,

Manuel Freire,

acreditando sempre que “a cantiga ainda é uma arma e nós sabemos disso”.

O Berço é o programa âncora da Escola de Artes da SAMP e é dedicado a crianças entre as 3 semanas e os 6 anos de idade.

Num ambiente em que a partilha de afectos e emoções se alarga à família e ao grupo,

procura um desenvolvimento equilibrado das aptidões expressivas de cada criança,

Dança e Teatro.

Durante uma hora,

pais e filhos conectam-se com a música como pretexto para uma experiência única.

O grande objectivo deste projecto é proporcionar aos bebés

com outros bebés e outros adultos

A livraria tradicional conheceu com a Arquivo um novo conceito em que o livro surge associado a um espaço de produção e fruição cultural,

onde bebés e crianças têm sempre um lugar de destaque,

sendo a programação deste palco no HMC um ponto de encontro entre gerações.

Não perca a restante programação que a Arquivo Livraria preparou para a pensar nos mais pequenos.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

PUBLICIDADE

Trata-se de uma reunião de desenhos que podem ser vistos também em formato exposição na sede do colectivo a9)))),

integrada na programação do HMC.

A publicação apresenta-se com as folhas feitas no que se chama French fold,

um modo de colocar as páginas em cadernos dobrados “para dentro”,

não permitindo ver o seu interior.

14\15

Programa/Apresentação das bandas

Sábado,

3 \\\

Palco 4 \ Terraço Jornal de Leiria

Few Fingers

Abaixonado pratica proto-folk de pintassilgo arraçado de melro engripado.

Tem um álbum na gaveta pronto a sair à espera que se faça sentir menos calor para poder seguir rua fora.

Abaixonado,

São Sal Nunkachov e Carlos Martins,

mas esperam ter um filho breve.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

músico autodidacta de Pombal,

que se dedica sobretudo à música instrumental,

noir-jazz-surf-blues e rock experimental,

A música tem sido um passatempo que nasceu sem pretensão a coisa alguma,

mas sonhando alto o seu desejo é um dia figurar nas prateleiras da world music ou do free jazz contemporâneo,

Carlos Barretto,

Carlos Zíngaro,

Hector Zazou,

Tom Waits,

John Zorn,

Bill Frisell e Marc Ribot,

A sua música oscila em paisagens sonoras desde a música mais tradicional,

à surfmusic dos anos 60,

até aos Godspeed You Black Emperor e aos Sonic Youth,

passando pelo Japão com Ryuichi Sakamoto,

acabando a residir muito provavelmente no universo do seu guitarrista favorito,

Marc Ribot.

Gravou 3 álbuns,

sendo que dois deles foram lançados já neste ano de 2015.

Os Few Fingers são Nuno Rancho e André Pereira que vêm ao HMC um dia depois de o primeiro disco da banda chegar às bancas.

“Simplicidade” e “mestria” são as palavra que mais se têm escrito sobre esta dupla.

Palco 5 \ a9)))) / Preguiça 15:30 horas Sabre Bruno Silva e Carlos Nascimento apresentam o projecto Sabre.

Uma dupla com o experimentalismo no seu ADN cujas actuações são marcadas pela divagação entre sonoridades de batida enérgica e ambientes introspectivos,

Whales

Uma das mais criativas Instagrammers do país traz a sua It's a kind of magic até ao covil da Preguiça,

uma galeria feita de um mundo com o qual nos cruzamos sem o ver,

a vida numa banda sonora de cores e formas a emitir num rádio quadrado de pixeis,

imagens com uma frequência muito própria e segredos que nos fazem acreditar que o dia a dia é muito mais interessante se olharmos para ele com os ouvidos da Rita.

Patente no Covil da Preguiça até ao fim do mês.

Majick

Luís Mendes,

vocalista dos extintos Phase e membro fundador dos The Allstar Project é Dr.

Majick num formato one man band.

guitarra e teclados fundem-se para dar vida a canções simples mas cheias de intensidade.

No HMC faz-se acompanhar do guitarrista e companheiro de longa data Ricardo Fiel com história feita ao lado de David Fonseca,

But I just found out that my house is in flames é o nome da exposição que André Catarino inaugura na sede colectivo a9)))).

Trata-se de um conjunto de desenhos que fazem parte de uma publicação com o mesmo nome,

cujo lançamento está integrado na programação do HMC,

A publicação apresenta-se com as folhas feitas no que se chama French fold,

um modo de colocar as páginas em cadernos dobrados “para dentro”,

não permitindo ver o seu interior.

pela mão dos artistas plásticos Catarina Domingues,

Tiago Baptista,

João Gabriel Pereira,

Pedro Ferreira e João dos Santos

Nenhum dos elementos tem formação musical e nem quer ter.

“É tudo improviso e como tal,

Orgulham-se de “grandes hits de sucesso”,

tais como o Chouriço está nos detalhes,

Silvoplastros,

Esquizo psy e Grande final.

Dizem que por vezes são surpreendidos pelo som que fazem,

por isso sugerem ao público “que faça uma consciente e prévia gestão de expectativas”.

com influência de ritmos bravos,

com um pézinho no dance de sensibilidade q.b.

proveniente de um emotive sound levando-nos a revisitar ou não,

uma certa nostalgia da banda de baile e de colectividade amiga”.

Patrocinados pela mini,

“essa companheira maldita que nos ajudar a iluminar o caminho e devolve-nos a lucidez exigida desta nossa não musica de

é assim que os Whales justificam o nome da banda.

São um remake dos fugazes Backwater And The Screaming Fantasy que exploram agora,

com recurso a duas vozes masculinas,

ambientes sonoros entre o indie e post-rock.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

16\17

Programa/Apresentação das bandas

Sábado,

3 \\\

Palco 7 \ Fior di Latte

Capitão Folk & Coração de Pirata são João Lopes Pires e António Ogando que tocam covers e alguns originais com recurso a guitarras,

Nas águas cristalinas (original),

Dead flowers (Rolling Stones)

Ministro (original),

Tambourine man (Bob Dylan)l,

Cara de anjo mau (Jorge Palma) ou Pontes entre nós" (Pedro Abrunhosa),

são alguns dos temas que nos trazem.

Capoeira,

expressão cultural barsileira que mistura arte marcial com desporto,

cultura e música é trazida ao HMC pelo Grupo de Capoeira Ginga Camará.

A principal característica que distingue esta modalidade das demais artes marciais é a música,

durante as demonstrações acrobáticas dos seus praticantes.

PUBLICIDADE

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

Palco 8 \ Pousada da Juventude

Palco 9 \ Biblioteca

sob a orientação do professor Mário Teixeira.

Classe de Trombone e Bombardino

Quarteto de Clarinetes,

Classe de Flauta transversal,

Classe de Flautas,

Maria Helena Ferreira,

Margarida Paraíso,

soba a orientação da professora Neuza Bettencourt e Naipe de trompetes,

Pedro Ferreira e João Gaio,

orientados pelo professor André Rocha

As Viagens de Gulliver

O Teatro Amador de Pombal traz ao HMC As Viagens de Gulliver.

Sir David Vaittenbora apresenta-nos a sua investigação acerca das Viagens de Gulliver.

Será que tudo o que foi escrito e contado é verdade,

Anões,

gigantes e cavalos são personagens que todos nós conhecemos e que fazem parte de alguns episódios desta aventura.

Tânia Afonso e Maria Miguel juntam-se para celebrar a música com uma selecção de temas que prometem uma viagem entre o passado e o presente.

Em formato DJ set,

Cinderella’s Big Score (Special Guest Johnny) prometem navegar por sonoridades do antes,

do agora e quem sabe do amanhã.

Atreva-se a passar Uma noite no Cinema Paraíso.

dirigida a crianças e famílias que integra e articula música,

Através da exploração de diversos objectos sonoros e instrumentos musicais o público é levado a criar e a dialogar entre si de forma alternativa.

Ouvir e fazer sons,

a partir do próprio corpo e de tudo o que nos rodeia,

despertando para as inúmeras formas de sentir e fazer Música.

Por Cláudia Jerónimo,

Ana Moderno,

Pedro Valente e Nuno Dionísio.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

PUBLICIDADE

Sábado,

uma actuação a solo da bailarina e coreógrafa responsável pela formação de Corpo e Movimento no Te-ato,

projecto sob qual se prepara para desenvolver oficinas regulares destinadas a crianças,

músico e compositor leiriense e mentor do projecto Moustache interpretará temas originais em parceria com o Te-ato.

conta a história de um advogado espertalhão que,

em momento de crise económica para se vestir a si próprio e à mulher,

resolve aplicar um golpe a um comerciante de tecidos tão esperto quanto ele.

A peça trás à tona conflitos que afligem os homens há vários séculos,

a fraude e a busca pela justiça.

Esta é uma peça que faz parte do actual reportório do grupo de teatro leiriense Te-ato,

com encenação de João Lázaro.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

Palco 11 \ Casa da Palmeira

à espera do prémio pela discilplina e pela anulação do eu vs a escolha de um caminho próprio,

necessáriamente mais solitário,

Por: Escola de Dança Clara Leão em colaboração com Clara Leão (coregrafia) João dos Santos (programação) e Ricardo Graça (imagem)

Palco 12 \ Palácio dos Ataídes

- Jardim

SURMA,

é o seu projecto a solo onde mistura sonoridades do jazz com post-rock,

electrónica e noise em composições invulgares.

Nos rituais desta nova tribo,

combinam-se os poderes de cordas,

entre o noise e o experimental.

Inovação e minimalismo exótico para nos fazer viajar.

usando duas guitarras que falam do quotidiano citadino.

João Guerra e Pedro Costa apresentam-se ao vivo num formato instrumental onde dois homens e duas guitarras proporcionam viagens várias.

é desde 2000 baixista e compositor de várias bandas alternativas.

Em 2010 decidiu fazer uma one man band com o nome O Manipulador.

Um projecto cujo nome não tem história para contar mas que nasceu com o intuito de experimentar sonoridades novas,

explorar caminhos que habitualmente não percorre,

reinventar músicas e bandas do seu hsitorial.

Sem computadores,

ao vivo mune-se apenas de baixo,

loop station e voz para “compor de forma a que consiga reproduzir a estrutura da música ao vivo”.

pelo Jornal de Leiria e Preguiça Magazine.

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

20\21

Programa/Apresentação das bandas

Sábado,

3 \\\

Palco 13 \ Palácio dos Ataídes

Trio de Sopros

É composto por 17 elementos,

que representam as mais diversificadas profissões e sectores de actividade do Município e Serviços Municipalizados.

O Grupo Coral interpreta reportório de várias épocas desde polifonia sacra a música tradicional e ligeira harmonizada e é dirigido por António Figueiredo,

também funcionário da autarquia leiriense.

tentando contribuir para um conhecimento musical alargado de coralistas e público.

O grupo foi fundado em Novembro de 1997 por entusiastas da música coral,

integra cerca de 42 coralistas distribuídos pelos quatro naipes – sopranos,

tenores e baixos – uma vez que se trata de um coro polifónico.

Canta normalmente “a capela”,

mas sempre que as peça o exigem,

órgão ou outras formações,

como orquestras filarmónicas.

O reportório atualizado ao longo dos anos é vasto e inclui os mais variados géneros musicais que vão da música erudita à popular,

assim como autores e compositores de épocas,

Vozes femininas cantam peças a 3 e 4 vozes.

O repertório é composto por canções populares,

Este coro é dirigido,

formada pela Universidade de Poltava na Ucrânia e tem percorrido o país com o seu espectáculo.

recital de piano e canto por Inês Costa e Inês Ribeiro

JORNAL DE LEIRIA HÁ MÚSICA NA CIDADE 2015

Iniciou os estudos musicais em 1985,

como instrumentista na Banda de Música de Alcobaça,

Ingressou posteriormente no Conservatório Nacional de Lisboa (1986),

integrando a Banda da Força Aérea Portuguesa como primeiro oboísta durante quatro anos.

Em paralelo,

dedicou-se desde sempre ao canto lírico,

o que lhe valeu a participação num musical de Felipe La Féria – Maldita Cocaína,

programas televisivos e documentários.

Neste âmbito,

frequentou aulas de canto com Liliane Bizinech,

como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian.

Paralelamente,

foi desenvolvendo os seus estudos frequentando,

Master-Classes levados a cabo por grandes nomes com prestígio internacional,

tais como Max Van Egmond e Jill Feldman.

Esteve também em Londres,

onde aperfeiçoou o repertório barroco com o barítono Rodney Gibson.

Nos últimos anos tem desenvolvido uma intensa actividade,

com a participação em concertos,

recitais e festivais de música,

a convite do Ministério da Cultura (DGPC),

Municípios,

Museus e entidades de promoção cultural.

Tem vindo a colaborar,

paralelamente em acções pedagógicas junto de escolas e bibliotecas municipais.

Atualmente,

mantém uma parceria com o DGPC e o Município de Alcobaça,

que consiste na realização de momentos musicais dirigidos aos que diariamente visitam o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça.

Aclamado pelas suas interpretações,

tem vindo a ser convidado por diversos órgãos,

o que já o levou a atuar em vários países,

Espanha,

Suiça,

Itália,

Bélgica,

Inglaterra e Brasil.

João Santos – pianista Luís Peças – contratenor João Paulo Ferreira

João Paulo Ferreira contratenor Os primeiros passos de João Paulo Ferreira foram nos tempos de criança em pequenas apresentações religiosas na igreja e eventos na escola onde estudava,

demonstrando desde então um forte interesse pela música.

As primeiras evoluções profissionais foram no Grupo Multiétnico e Musical Gaiamálgama,

em sua cidade natal Ganharuns.

Aos dezassete anos iniciou um processo de pesquisa sobre a música ortodoxa grega,

barroca e cânticos místicos de diversas culturas.

Em 2009 ingressou no coro sinfónico da ORSSE,

participando em grandes concertos como a Ópera Aida de Giuseppe Verdi,

Carmina Burana de Carl Orff e Messias de Handel.

No dia 1 de outubro de 2010 em Aracaju,

realizou na SOFISE um recital com várias de Handel,

Purcell e Hasse.

E